Oscar 2008

Onde os fracos não tem vez, longa dos irmãos Coen, foi o grande vencedor na 80ª edição do Oscar ontém a noite. Tudo bem, a premiação estava um pouco mais chata do que o costume, talvez pelo falta de grandes astros entre os principais indicados. Mas Oscar é Oscar, e é sempre legal ver que, após 80 anos e inúmeros erros, a Academia ainda consegue fazer uma cerimônia respeitável.

O fato de não ter visto a maioria dos principais indicados não me permite dizer muito, mas, na minha opinião, o prêmio mais festejado da noite foi o de Melhor Roteiro Original para Juno. Primeiro porque o roteiro é brilhante mesmo. Segundo porque a roteirista, a estreante, ex-striper, blogueira e esquisitíssima Diablo Cody (foto), fez um dos discursos mais legais e é uma figura e tanto. Com seu Oscar na mão e sem conseguir esconder a emoção, ela agradeceu dizendo: "Mas isto é para roteiristas". Um gesto super modesto e bacana para alguém que escreveu um dos filmes mais firmeza dos útimos anos.

E é claro que Oscar sem gafe não é Oscar. E este ano os organizadores cometeram a maior cagada ever made: colocaram soldados americanos jovens, felizes e sorridentes servindo em Bagdá para apresentar os prêmios de Melhor Documentário de Curta e Longa Metragem. Não fosse pelo fato de que quatro entre os cinco indicados para Documentário em Longa Metragem trazem mensagens anti-guerra, a idéia teria sido interessante.
Daí que nem o Tom Hanks conseguiu segurar o constrangimento quando abriu o envelope.

Confira a lista dos vencedores nas principais categorias:

Melhor Filme
"Onde Os Fracos Não Têm Vez"

Melhor Diretor
Ethan Coen e Joel Coen ("Onde Os Fracos Não Têm Vez")

Melhor Ator
Daniel Day-Lewis ("Sangue Negro")

Melhor Roteiro Original
"Juno" (Diablo Cody)

Melhor Documentário
"Taxi to the Dark Side"

Melhor Filme Estrangeiro
"Os Falsários" - "Die Fälscher" (Áustria)

Melhor Atriz
Marion Cotillard ("Piaf - Um Hino ao Amor")

Melhor Roteiro Adaptado
"Onde Os Fracos Não Têm Vez" (Joel Coen e Ethan Coen)

Melhor Atriz Coadjuvante
Tilda Swinton ("Conduta de Risco")

Melhor Ator Coadjuvante
Javier Bardem ("Onde Os Fracos Não Têm Vez")

Melhor Animação
"Ratatouille"

2 comentários:

leitedevaca disse...

Pois é, eu também não posso falar muito, não vi quase que nenhum dos filmes que foram indicados. Acho que só vi mesmo o Ratatouille e Transformers, de indicados, acho que é isso.

Abraço!!

Exquitter disse...

Ótimo Blog. Parabéns!!!!